Benefícios da Musicoterapia

Musicoterapia

Seja em casa, no carro ou em uma festa, com a família ou amigos, a música está presente na vida das pessoas a todo o momento, não importa o estilo, não há quem não goste de uma boa melodia.

Além de promover relaxamento e bem estar, a música é capaz de atuar no tratamento de determinadas doenças ajudando a manter o cérebro sempre ativo.

O que é a musicoterapia para Idosos?

A musicoterapia trata-se de uma técnica onde a melodia e o ritmo são os protagonistas. Em idosos, as músicas podem auxiliar na liberação de endorfinas, na sociabilização e até mesmo na diminuição de algumas dores, proporcionando muitos ganhos em diversas outras áreas.

De acordo com diversos estudos feitos pela American Music Therapy Association-AMTA, dos Estados Unidos, e pela World Federation of Music Therapy-WFMT, localizada em Gênova, na Itália, os benefícios da música são comprovados. De acordo com as pesquisas realizadas, o ritmo influencia diretamente na respiração que pode ficar mais branda ou mais ofegante, fazendo com que a pressão sanguínea aumente ou diminua – consequentemente todo esse processo impulsiona os batimentos cardíacos. Dessa maneira, a prática torna-se uma prevenção contra doenças cardíacas.

musicoterapia

Além do mais, com o aumento da pressão sanguínea há uma melhora significativa no sistema imunológico, no sistema endócrino, nos órgãos dos sentidos e na coordenação motora, ajudando ainda na prevenção e no tratamento de diferentes doenças físicas e mentais, inclusive, no tratamento do estresse.

Benefícios da Musicoterapia para Idosos

Associada ao processo de envelhecimento, a musicoterapia pode trazer vários benefícios como:

O ritmo do corpo: músicas com os ritmos marcados incentivam movimentos e auxilia na locomoção e equilíbrio.
Estímulo da fala: o canto proporciona uma melhora nos problemas de dicção e oratória;
Exercício para o cérebro: em casos de demência ou Alzheimer, podem ser utilizadas músicas do passado do paciente, fazendo com que o cérebro se exercite;
Força e consciência corporal: o ritmo da música estimula movimentos corporais e tonifica a musculatura;
Melhora nos sintomas de depressão: o convívio social utilizado na musicoterapia diminui o isolamento, além de ser uma forma de expressar as emoções;
Redução do estresse: a interação e os momentos de disposição para ouvir e apreciar as músicas são formas de descarregar o estresse, evitando o aumento da pressão arterial e frequência cardíaca.
Diminui a dor: escutar uma boa música faz com que o idoso desvie o foco da dor para a melodia. O estímulo sonoro tem o poder de amenizar o estímulo da dor, tornando-a bem mais suportável.

A musicoterapia, sendo um tratamento constante, afasta a solidão, levando os idosos a se sentirem mais apoiados, felizes, com melhor autoestima e uma ótima qualidade de vida.

Musicoterapia na Estância Vale Verde

As atividades musicais são sempre exploradas pela nossa Instituição com o objetivo integrar os idosos ao seu meio e manter o máximo da capacidade funcional de nossos idosos, evitando assim doenças crônicas que possam acometê-lo.
São momentos prazerosos que tiram o idoso da ociosidade e estimula mecanismos cognitivos e movimentos motores.

Referências: Portal tua saúde ; Grupo Conviva

visite-a-estancia-vale-verde

DIGITE O TERMO QUE DESEJA PESQUISAR E APERTE ENTER