Melhor Qualidade de Vida na Terceira Idade

Nutrientes indispensáveis para a Saúde do Idoso

A manutenção dos processos vitais dependem de uma alimentação balanceada, que é capaz de oferecer todos os nutrientes que o corpo humano precisa. Porém, na terceira idade, o metabolismo tende a ser mais lento, e as mudanças físicas provocadas pelo envelhecimento afetam a nutrição.

Entenda algumas das mudanças físicas em idosos que afetam a nutrição.

– O intestino perde força muscular – a digestão e absorção são prejudicadas por inflamações do estômago e crescimento bacteriano anormal que, por consequência, causam dores e aumentam as chances de recusa de alimentos ou ingestão reduzida;

– A sensibilidade do olfato, visão e paladar são afetados e podem reduzir o apetite ou dificultar a compra e preparação dos alimentos;

– Há perda de peso e de massa corporal magra;

– O pâncreas secreta menos insulina e as células tornam-se menos responsivas, ocasionando um metabolismo anormal de glicose.

A alimentação e dieta adequada são fundamentais para o bom funcionamento do organismo e para a prevenção de doenças cardiovasculares, crônicas, a obesidade, diabetes, entre outras. Além de assegurar a ingestão equilibrada de todos os nutrientes, sendo eles: proteínas, gorduras, vitaminas, sais minerais, fibras e água.

evv_nutrientes_importantes

8 nutrientes importantes para saúde do idoso

Zinco (oleaginosas, como nozes e castanhas, além de carnes e arroz integral)
O zinco é capaz de reforçar a imunidade, desacelerar o envelhecimento das células, ajuda a manter o tamanho da próstata e ainda tem ação antioxidante.

Cálcio (leite, gergelim, verduras de folhas verdes escuras e a quinua)
O cálcio age na prevenção de doenças como osteoporose e osteopenia, além de ser fundamental para manter o ritmo cardíaco e para a saúde do cérebro.

Vitamina D
A vitamina D metaboliza o cálcio no osso. Também ativa a capacidade da pele de produzir o seu precursor da absorção intestinal, a vitamina D3. O ideal é tomar de 15 a 20 minutos de sol por dia.

Fibras (linhaça, farelo de trigo, farinha de arroz e farinha de aveia)
Alimentos ricos em fibras reduz problemas como prisão de ventre.
Potássio (banana, soja, damasco, abacate, iogurte, ameixa, melancia, feijão e ervilha)
Reduz os níveis de sódio no organismo, diminuindo o risco de hipertensão arterial e derrame. Este mineral também ajuda no combate à prisão de ventre.

Ômega-3 (sardinha, salmão, atum e a suplementação pode ser feita com cápsulas de óleo de peixe.)
Estimula a comunicação entre as células nervosas, previne doenças como o mal de Alzheimer, Parkinson, depressão. perda de memória e de concentração.

Antioxidantes (laranja, cenoura, abóbora, vegetais folhosos como couve e espinafre, nas frutas cítricas e vegetais como brócolis e pimentão)
Combate a ação dos radicais livres dentro das células, melhorando as respostas do organismo ao envelhecimento.

Vitaminas do complexo B (cereais integrais, leguminosas em geral, oleaginosas e sementes)
Atuam no metabolismo de carboidratos, proteínas e gorduras. Fortalecem o sistema imunológico e mantém o cérebro saudável.

Uma alimentação saudável, rica em nutrientes, mantém a energia e a disposição fundamentais para a aquisição de uma qualidade de vida melhor na terceira idade e proporciona o melhor desenvolvimento de tarefas cotidianas. Os benefícios são diversos tanto para saúde física quanto mental.

visite-a-estancia-vale-verde

DIGITE O TERMO QUE DESEJA PESQUISAR E APERTE ENTER